quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Por onde andei.

Depois de ontem, as últimas semanas e talvez até meses me fizeram parecer brincadeira. Não sei como tudo isso aconteceu, apenas sinto que este golpe me tirou toda a convicção e, não sei mais dizer o que mais é irreal ou se tenha algo que realmente foi verdadeiro. Mas nada mais é certo.

Talvez eu tenha me perdido por onde eu tenha andado. Só quero sair daqui.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Mera cópia

A maioria das pessoas se deixam absorver pela personalidade das outras pelo simples fato de ser "necessidade" estar com elas, ser como elas, e enfim, "melhor" do que elas.

Isso é apenas admitir que ser você mesmo não é suficiente e declarar que isso realmente poderia o tornar pior do que qualquer um, simplesmente porque você se importa somente com o que pensam de você e com o que você quer que pensem.

Já pensou em desligar os botões de "auto-cópia" e "auto-desvalorização"?



 Isso poderia fazer algum sentido. Embora muitos passem toda a sua vida de olhos fechados. Sendo por opção ou não.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cartas do Inferno

"Agora, uma coisa que pode surpreender você é o fato de que o Inimigo*, em sua luta por conquistar almas, Ele as mantém às vezes por mais tempo nos vales desagradáveis que nos picos gloriosos, a despeito do desagrado que isso causa nos seres humanos. E alguns de Seus favoritos especiais são exatamente os que passam por aflições mais profundas e prolongadas.

A razão é essa: Para nós, um humano é primariamente comida; nosso desejo pela absorção de suas almas para dentro de nós, o aumento de nosso próprio alcance pessoal às custas deles.

Mas a obediência que o Inimigo requer deles é uma coisa totalmente diferente. Temos que encarar a realidade de que tudo que se fala a respeito de Seu amor pelos homens e sua obra de proporcionar perfeita liberdade não é (como muitos poderiam acreditar sorridentes) mera propaganda, mas uma aterradora realidade. Ele realmente quer encher o Universo com um monte destas pequenas réplicas dEle mesmo, criaturinhas cujas vidas em uma escala miniaturizada seriam qualitativamente como Ele próprio, não porque Ele as tivesse absorvido mas porque suas vontades livres eram semelhantes à dEle. Nós queremos criar gado que finalmente nos sirva de alimento; Ele quer servos que mais tarde converterá em filhos. Nós queremos sugá-los, Ele quer premiá-los; Nos somos vazios e queremos nos encher através deles, Ele é pleno e assim transborda.

Nossa guerra visa um mundo no qual Nosso Pai Lá de Baixo tenha todos os demais seres encerrados nele mesmo; O Inimigo deseja um mundo cheio de seres unidos a Ele, mas ainda distintos e pessoais."
(Trecho de Cartas do Inferno, C. S. Lewis, Carta VIII)
 
 
* Deus.
 
As vezes de uma forma meio surpreendente a gente encontra a forma de Deus agir em nossas vidas.
 
 

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Viver no banco de reserva

Esperar por um determinado tempo que não nos pertence, na ancia de que tudo logo aconteça. Tudo ao nosso tempo. A vontade fala alto e parece que optar pela espera fará com que percamos nosso tempo e quando chegarmos no "finalmente" estaremos velhos demais...




Quantas vezes não erramos jurando que estavamos certos, ou pelo menos não apostamos alta na confiança que tínhamos em alguma certeza?



Homens de mentes brilhantes invetaram máquinas complexas, marcaram a história e revolucionaram o século, eram dotados de grande inteligência. Pare por um minuto para pensar Naquele que os criou e os dotou com tal inteligência, de um amor tão grande que deu Seu filho único por amor aos que apesar de tudo ainda permanecem olhando para seus próprios umbigos.



"Olhe para cima e veja que é Deus que te faz enteder toda a poesia" ♪

Submeter-se a vontade Dele, é abrir mão de algo que é miserável em comparação com o que Ele quer lhe dar, basta parar para realmente entender.



Afinal ninguém pediu para que parasse de viver.



I Timóteo 4:12

"Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza."



Mais que procurasse o sentido real para isso. Afinal o que você vai levar no final a não ser o nada? Ele pode lhe dar muito mais.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Amour Et Désir

Me peguei novamente neste caos
É tudo tão denso e tão leve ao mesmo tempo
Não sei explicar o desejo
É apenas desejo
Muito além da cor do teus olhos onde me perco eufórica
Um extase profundo, um carma de outro mundo
No delírio que me faz te querer
Fecho os olhos e você ainda está aí
Me induzindo a te querer mais
Só te querer

Pulsa ainda mais forte um pequeno espaço em mim
Puxa minhas rédeas com força
É tão involuntário quanto minha respiração ofegante
Desejo tudo ao mesmo tempo,
Tudo quanto a tua boca tem gosto
Sabor de um mundo inteiro pequeno demais
Para controlar a praxe e o êxtase no rubror do meu rosto
Ao se acender meus anseios mais singelos e serenos
Todos eles que entoam o meu ser
Parece lirico a poesia que formam em teu existir
Da pequena inocencia ao libido, querer.

Deveras já não vejo mais nada com nitidez
Talvez na praxe de que o mundo não o seja tão nítido

Seria capaz de passar por aquele céu
Como esfera flamejante
Devorava a minha vontade e a sua como uma só
Sentia cada simples gesto tão intensamente
Como se fosse o peso do universo e toda a sua levesa
Nossos corpos já transpiravam
Os bocas e olhares transcediam palavras inaudiveis

Toque-me, fareja-me, explore.
Sinto quente o gosto em minha boca
Arde em teus olhos
O mesmo impulso em teu corpo quente
A noite já não é tão densa de um céu tão pequeno
Busco em cada anceio teu meu desvaneio
Um único suspiro
respirações fortes e ofegantes

Livré au corps de l'autre
Eu e você apenas.

Eu & Eu.

Feriado prolongado que pega o começo da semana ao mesmo tempo que é ótimo também consegue ser um carma. Claro me diverti, abusei dos petiscos, e até confesso que foi por querer. Já tinha previsto que seria impossivel não pisar o pé fora da dieta, só não sabia que voltar seria tão exaustivo.

Aff, o pior é são as receitas disso e daquilo. Algumas são até boas, entretanto eu tenho que assumir toda a minha culpa pelos resultados nunca serem os anúnciados. Para se obter um bom resultado em qualquer coisa é preciso antes de tudo se concetrar e ter disciplina, o que nunca foi meu ponto forte.

Tento treinar todos os dias meu auto-controle e nessa ardua tarefa sempre saio na pior, aquela voz irritantezinha incrivelmente não descansa e acha que sempre tem o direito de se intrometer nos meus assuntos. Ontem pela tarde a nossa discussão foi tão absurda que só fui perceber que ela realmente havia me estressado quando uma senhora parou meia atonita e me olhou por alguns segundos. Imediatamente mandei ela calar a boca e ir ...

Maluca eu? Não.. não.. acho que realmente eu estou precisando de férias! URGÊNTE!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Palavras. Correm soltas junto ao vento se desprendem com as folhas do outono. Apenas palavras.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Vicíos?

Okaay eu confesso!

Dicas para decifrar o manual de intruções.

A Vida:

Sobre as regras?
Sempre criei várias. Porém, hoje eu vivo com apenas uma.

Não faça regras. Basta viver.
Não viva para os outros, viva para você. É uma das coisas que aprendi.
A maioria das pessoas hoje procuram por status, e apesar de todo aquele papo conscientizado de carater e etc, ainda falam e expõe tal critério para os outros. Frases repetidas, exageros que não existem. O que adianta querer mostrar que você é algo apenas para impor isto a outra pessoa quando nesta busca por ser "melhor" (mesmo que você ache que não) você simplesmente se preocupa em mostrar aos outros uma coisa que não existe, e se esquece de que o que realmente é preciso mostrar isto a você mesmo.

Você é feliz ou simplesmente quer que os outros pensem que é?

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Sobre a vida

Nem sei muito o que dizer sobre a vida, então:  
- Senhor, obrigada por estar respirando mesmo que as vezes não queira, Amém.

A gente sempre cria fórmulas, teorias e um monte de explições que nunca são comprovados no fato pelo ato, então aquela bendita frasesinha está mesmo certa: " Quando você acha que tem todas as respostas a vida vêm e muda todas as perguntas"

Sempre me identifiquei com o outono por ser tão inconstante quanto ele..
Por isso acho que como não posso dizer:
Ah, vou ali dar uma morridinha quem sabe amanhã  eu num acordo viva de novo! 

 E já que não posso mesmo dizer isso, e nem to afiim de me enterrar em um buraco, vou dar uma voltinha, tirar umas férias, volto em duas semanas ou mais okay?

Beijos e  Abraços
Ju.